quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

benfica - 1 x F. C- PORTO - 0

Parabéns ao Benfica. Não conseguiu ser campeão de Inverno como em 2008, mas andou lá muito perto (vai daí, talvez o conceito seja de novo reinventado pelos jornais desportivos e feito coincidir com o de “campeão da primeira volta” e, caso o Braga tropece em casa com o Nacional, na próxima jornada, o SLB consiga, afinal, renovar o título).

Em todo o caso, depois do jogo de ontem, o meu FCP não poderá voltar a reclamar das condições do relvado da Oliveirense.


adenda: A ultima vez que o benfica ganhou ao Porto terminaram a 17 pontos...

domingo, 20 de dezembro de 2009


Factos que põem em causa a estabilidade governativa

Dada a veemência com que os apparatchik socráticos buscam argumentos que justifiquem a demissão do governo creio que estão reunidas as condições para tal se tivermos em conta:

a) as temperaturas negativas que se estão a abater sobre o país. O clima está a revelar-se um obstáculo ao esforço do Governo para promover o desenvolvimento. É inconcebível que tenhamos dias e dias seguidos de chuva e frio. O tempo da governabilidade é a Primavera. Não se vê como pode o governo governar se o Inverno persistir.

b) o menino Jesus e o Pai Natal à janela. Um país na senda do progresso e consequentemente da laicidade não pode ter estas duas almas penduradas das sacadas. É uma piroseira inqualificável e que não está prevista nos PDM. A isto acresce que o ministério da Administração Interna considera que se pode estar a difundir um falso sentimento de insegurança com aquele vulto do Pai natal de saco às costas. Quanto ao Menino Jesus prevê-se a criação de uma comissão que irá ponderar o uso de imagens de uma criança semi-despida ainda por cima para fins publicitários. Não há governo estável num país cujos ministros viajam por ruas com meninos e velhos pendurados das janelas.

Publicado por helenafmatos in Blasfémias em 19 Dezembro, 2009

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

ANEDOTA DO ANO

Quando o Papa Paulo VI veio a Portugal , vivíamos em 'ditadura', sendo 1º ministro Salazar.
O Papa perguntou-lhe qual o motivo de ter tantos ministros, obtendo a seguinte resposta:
- Santidade, Jesus tinha 12 apóstolos, eu tenho 12 ministros.
Em 2010, quando o Papa Bento XVI visitar Portugal e perguntar ao 1º ministro para quê 40 ministros e secretários de estado, este, certamente, responderá:
- Bem, Santidade... Ali Bábá tinha 40 ladrões!

O PALHAÇO de Mário Crespo no JN

O palhaço compra empresas de alta tecnologia em Puerto Rico por milhões, vende-as em Marrocos por uma caixa de robalos e fica com o troco. E diz que não fez nada. O palhaço compra acções não cotadas e num ano consegue que rendam 147,5 por cento. E acha bem.

O palhaço escuta as conversas dos outros e diz que está a ser escutado. O palhaço é um mentiroso. O palhaço quer sempre maiorias. Absolutas. O palhaço é absoluto. O palhaço é quem nos faz abster. Ou votar em branco. Ou escrever no boletim de voto que não gostamos de palhaços. O palhaço coloca notícias nos jornais. O palhaço torna-nos descrentes. Um palhaço é igual a outro palhaço. E a outro. E são iguais entre si. O palhaço mete medo. Porque está em todo o lado. E ataca sempre que pode. E ataca sempre que o mandam. Sempre às escondidas. Seja a dar pontapés nas costas de agricultores de milho transgénico seja a desviar as atenções para os ruídos de fundo. Seja a instaurar processos. Seja a arquivar processos. Porque o palhaço é só ruído de fundo. Pagam-lhe para ser isso com fundos públicos. E ele vende-se por isso. Por qualquer preço. O palhaço é cobarde. É um cobarde impiedoso. É sempre desalmado quando espuma ofensas ou quando tapa a cara e ataca agricultores. Depois diz que não fez nada. Ou pede desculpa. O palhaço não tem vergonha. O palhaço está em comissões que tiram conclusões. Depois diz que não concluiu. E esconde-se atrás dos outros vociferando insultos. O palhaço porta-se como um labrego no Parlamento, como um boçal nos conselhos de administração e é grosseiro nas entrevistas. O palhaço está nas escolas a ensinar palhaçadas. E nos tribunais. Também. O palhaço não tem género. Por isso, para ele, o género não conta. Tem o género que o mandam ter. Ou que lhe convém. Por isso pode casar com qualquer género. E fingir que tem género. Ou que não o tem. O palhaço faz mal orçamentos. E depois rectifica-os. E diz que não dá dinheiro para desvarios. E depois dá. Porque o mandaram dar. E o palhaço cumpre. E o palhaço nacionaliza bancos e fica com o dinheiro dos depositantes. Mas deixa depositantes na rua. Sem dinheiro. A fazerem figura de palhaços pobres. O palhaço rouba. Dinheiro público. E quando se vê que roubou, quer que se diga que não roubou. Quer que se finja que não se viu nada.

Depois diz que quem viu o insulta. Porque viu o que não devia ver.

O palhaço é ruído de fundo que há-de acabar como todo o mal. Mas antes ainda vai viabilizar orçamentos e centros comerciais em cima de reservas da natureza, ocupar bancos e construir comboios que ninguém quer. Vai destruir estádios que construiu e que afinal ninguém queria. E vai fazer muito barulho com as suas pandeiretas digitais saracoteando-se em palhaçadas por comissões parlamentares, comarcas, ordens, jornais, gabinetes e presidências, conselhos e igrejas, escolas e asilos, roubando e violando porque acha que o pode fazer. Porque acha que é regimental e normal agredir violar e roubar.

E com isto o palhaço tem vindo a crescer e a ocupar espaço e a perder cada vez mais vergonha. O palhaço é inimputável. Porque não lhe tem acontecido nada desde que conseguiu uma passagem administrativa ou aprendeu o inglês dos técnicos e se tornou político. Este é o país do palhaço. Nós é que estamos a mais. E continuaremos a mais enquanto o deixarmos cá estar. A escolha é simples.

Ou nós, ou o palhaço

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

AFINAL TEMOS OPOSIÇÃO AQUI NA FREGUESIA

Interrompo a minha pausa por um bom motivo, afinal parece haver oposição aqui pela freguesia, ainda quero ver para quando será marcada a respectiva Assembleia.

Pedido de Marcação de Assembleia de Freguesia

Os elementos da Assembleia de Freguesia de Chãs de Tavares eleitos pela lista do Partido Socialista, vêm por este meio requerer a vossa excelência a marcação de uma assembleia de Freguesia.
Este pedido tem como finalidade recolher informação/esclarecimentos referentes aos seguintes pontos:
• Passivo da Junta de Freguesia para com fornecedores, empreiteiros, rendas e subsídios atribuídos que ainda não foram pagos.
• Custo das obras efectuadas no Monte senhora do Bom Sucesso; Passeios do Cemitério e obras da senhora do Pranto.
• Contrato de cedência/exploração dos minérios.
• Participação da Junta de Freguesia na Festa de Inauguração do Centro Cultural da Corvaceira.
• Voto de Congratulação à Dra. Elza Pais.

retirado do Chãs 2009 do amigo Alexandre

domingo, 13 de dezembro de 2009

PAUSA

ESTE PAÍS TÁ TÃO MAL, TÃO DOENTE, TÃO PODRE, TÃO CHEIO DE LADRÕES QUE A MIM SÓ ME APETECE FAZER UMA PAUSA.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

ATLÉTICO DE MADRID, 0 - FCPORTO, 3

O Chelsea ajudou o Atlético que assim continua nas competições europeias, o que foi para os espanhóis uma meia vitória, mas no jogo, foram completa e claramente esmagados pelo FCPorto. Foi mais uma noite de glória para os portistas. Esta vitória fora é muito importante. Subiram o prestígio e os milhões.
O terceiro golo, de Hulk, o seu terceiro na «Champions», foi mais um golo fabuloso feito com o seu pé esquerdo.
O FCPorto, está cada vez melhor.
Agora, esperemos por 2010, para a continuação da Liga dos Campeões.


O PIOR ALUNO




"Em 1969, o indiano Shiv Pappu Charan fez uma promessa à namorada: assim que ele conseguisse formar-se numa escola para adultos já poderiam casar-se. Na última semana, aos 74 anos, foi ver as pautas das notas e descobriu que tinha chumbado pela 38ª vez!

Apelidado já de "o pior aluno do mundo", o melhor que conseguiu, de um a dez, foi um 3,4 a hindu... E a matemática já conseguiu chegar a 0,5!!!
"Vou estudar até passar de ano, pois a minha motivação é poder casar-me", diz o voluntarioso estudante.
E acrescenta esta atracção turística: "Quando vou fazer uma prova, as pessoas vêm de vários lugares da Índia para me ver", conta."

Eu tenho pena do homem e vou mandar-lhe a seguinte carta através do jornal que relata esta história:


Exmo sr. Shiv Pappu Charan,

Fiquei muito comovido com a sua história e a sua persistência. Decidi fazer uma colecta para que possa estudar em Portugal.
E esqueça lá isso do curso básico para adultos, porque você merece, no mínimo, um curso superior.
De resto, já o inscrevi na Universidade Independente, mal reabra, uma reputadíssima Universidade a nível internacional e com um excelente leque de professores.
E de alunos notabilíssimos.
Se a UI não reabrir tão cedo, recorreremos às Novas Oportunidades.
Vai ver que não só casa ainda este ano como chegará facilmente a administrador de um banco a ministro das Finanças ou mesmo a primeiro-ministro...

(texto que circula na net com umas ligeiras adaptações minhas)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

vamos tomar um cafézinho?

Um professor diante da sua turma de filosofia, sem dizer uma palavra, pegou num frasco grande e vazio de maionese e começou a enchê-lo com bolas de golfe.
A seguir perguntou aos estudantes se o frasco estava cheio. Todos estiveram de acordo em dizer que 'sim'.
O professor tomou então uma caixa de fósforos e a vazou dentro do frasco de maionese. Os fósforos preencheram os espaços vazios entre as bolas de golfe.
O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a responder que 'Sim'.
Logo, o professor pegou uma caixa de areia e a vazou dentro do frasco. Obviamente que a areia encheu todos os espaços vazios e o professor questionou novamente se o frasco estava cheio.
Os alunos responderam-lhe com um 'Sim' retumbante.
O professor em seguida adicionou duas chávenas de café ao conteúdo do frasco e preencheu todos os espaços vazios entre a areia.
Os estudantes riram-se nesta ocasião. Quando os risos terminaram, o professor comentou:
'Quero que percebam que este frasco é a vida. As bolas de golfe são as coisas importantes, a família, os filhos, a saúde, a alegria, os amigos, as coisas que vos apaixonam. São coisas que mesmo que perdessemos tudo o resto, a nossa vida ainda estaria cheia.
Os fósforos são outras coisas importantes, como o trabalho, a casa, o carro etc.
A areia é tudo o resto, as pequenas coisas.
Se primeiro colocamos a areia no frasco, não haverá espaço para os fósforos, nem para as bolas de golfe.
O mesmo ocorre com a vida. Se gastamos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teremos lugar para as coisas que realmente são importantes.
Prestem atenção às coisas que realmente importam. Estabeleçam as vossas prioridades, e o resto é só areia.'
Um dos estudantes levantou a mão e perguntou: Então e o que representa o café?
O professor sorriu e disse: 'Ainda bem que perguntas! Isso é só para vos mostrar que por mais ocupada que a vossa vida possa parecer, há sempre lugar para tomar um café com um amigo'.

ainda está para nascer um primeiro-ministro que faça melhor no défice

A Standard & Poors reviu de «estável» para «negativa» as perspectivas para o rating da República Portuguesa. Pior rating, crédito mais caro. Crédito mais caro, serviço de dívida mais caro. Serviço de dívida mais caro, mais impostos. Mais impostos, menos produção de riqueza. Simples, não é?

domingo, 6 de dezembro de 2009

CHOCANTE. MAS VALE A PENA PENSAR NISTO...


Fui à festa, mãe. Fui à festa, e lembrei-me do que me disseste. Pediste-me
que eu não bebesse álcool, mãe... Então, bebi uma 'Sprite'. Senti orgulho
de mim mesma, exactamente o modo como me disseste que eu me sentiria. E
que não deveria beber e de seguida conduzir.

Ao contrário do que alguns amigos me disseram. Fiz uma escolha saudável, e
o teu conselho foi correcto.
Quando a festa finalmente acabou e o pessoal começou a conduzir sem
condições, fui para o meu carro, na certeza de que iria para casa em
paz...
Eu nunca poderia esperar... Agora estou deitada na rua e ouvi o policia
dizer: 'O rapaz que causou este acidente estava bêbado'. Mãe, a voz
parecia tão distante...

O meu sangue está por todo o lado e eu estou a tentar com todas as minhas
forças não chorar... Posso ouvir os paramédicos dizerem: 'A rapariga vai
morrer'...

Tenho a certeza de que o rapaz não tinha a menor ideia, enquanto ele
estava a toda velocidade, afinal, ele decidiu beber e conduzir!! E agora
eu tenho que morrer. Então... Porque é que as pessoas fazem isso, mãe?
Sabendo que isto vai arruinar vidas?

A dor está a cortar-me como uma centena de facas afiadas. Diz à minha irmã
para não ficar assustada, mãe, diz ao pai que ele tem que ser forte.

Quando eu partir, escreva 'Menina do Pai' na minha sepultura...

Alguém deveria ter dito àquele rapaz que é errado beber e conduzir.
Talvez, se os pais dele o tivessem avisado, eu ainda estivesse viva...
Minha respiração está a ficar mais fraca mãe, e estou a ficar realmente
com medo. Estes são os meus momentos finais e sinto-me tão desesperada...

Gostaria que tu pudesses abraçar-me mãe, enquanto estou aqui esticada a
morrer, gostaria de poder dizer que te amo mãe...
Então... Amo-te
Adeus...'
_____________________________
___________
Estas palavras foram escritas por um repórter que presenciou o acidente. A
jovem, enquanto agonizava, ia dizendo as palavras e o jornalista ia
anotando...
Muito chocado. Este jornalista iniciou uma campanha.
Se esta mensagem chegou ate ti e tu a apagares, podes estar a destruir uma
boa forma de consciencializar um grande número de pessoas; fazendo com que
a tua vida, TAMBÉM CORRA PERIGO!!!!!!!!!!!

PREPOTÊNCIA, ARROGÂNCIA, APROVEITAMENTO POLÍTICO?

TALVEZ DE TUDO UM POUCO, MAS NÃO DEIXA DE TER RAZÃO!


O Presidente do Governo Regional da Madeira, regressou à sua habitual forma de estar. Com alguma prepotência, com alguma arrogância, com algum aproveitamento político, veio a terreiro defender o que entende ser necessário para o desenvolvimento da sua Região Autónoma. Desta vez pretende que lhe seja concedido mais um empréstimo e faz depender a aprovação do orçamento, em Janeiro, dessa concessão.
Para além disso, e por causa da cada vez maior decadência de Portugal, o povo Madeirense cada vez mais se sente afastado do resto da capital do País.
Poderemos questionar o forma como o faz, poderemos não concordar com algumas das suas atitudes, mas não poderemos em algum momento dizer, que não defende com unhas e dentes as suas gentes, que o nível de vida da Madeira é dos melhores, se não mesmo o melhor, do País, ou que sem ele a Região nunca teria o desenvolvimento que tem hoje.
Há quem diga que é à custa dos continentais, que é à custa do nosso dinheiro, mas tal não é verdade. Se às restantes regiões do País não fossem ciclicamente sonegadas verbas, que o estado central, desvia para a região da capital do que já foi um império, o desenvolvimento de cada uma delas, poderia equiparar-se ao da Madeira.
Mas porque é que não temos por cá, mais meia dúzia de Albertos Joões, a defender, um a um, cada uma das regiões do nosso País,em vez dos «Yess Man» que por aqui temos, todos com medo de perder o tacho que conseguiram à custa da política.
Portugal estaria bem melhor do que está.

.
JFM

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

EVOLUÇÃO?

Somos um país em evolução, segundo o Eurostat Portugal em Outubro quebrou a "barreira psicológica" dos 10% de desempregados ! E agora também serão números inflacionados pela oposição ao governo do país ?!
Se as fábricas encerram, como é possivel que haja recuperação?!
Fala o governo em ajudas as empresas, mas quais ajudas e a quais empresas?!
Quando as empresas que recorrerão aos PME´S Invest, tiverem que começar a pagar aos bancos aí é que o desemprego vai disparar ainda mais.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

1º de Dezembro



Hoje no próprio dia da Restauração da Independência, a classe polítca portuguesa tem o desplante de entregar a nossa liberdade a uma organização desconhecida para todos os portugueses, políticos incluídos.
Para os Portugueses a União Europeia é apenas uma cornucópia de onde brota o dinheiro, mesmo que esse dinheiro apenas beneficie uns quantos em prejuízo de dez milhões. Por este motivo a maioria encolhe os ombros, iludida pelo discurso oficial de que o tratado é necessário para garantir os milhões.
Mas os milhões acabam daqui a 4 anos, quando os Portugueses se tiverem que ajoelhar a uma decisão tomada por pessoas
que não elegeram, sem terem qualquer compensação, aí o povo Português terá, pela primeira vez, de realizar um acto intrinsecamente europeu, pois como Theobald_von_Bethmann-Hollweg bem ensinou, os tratados são meras folhas de papel e voltará a comemorar o 1º de Dezembro, uma festa que foi vítima de uma conspiração da classe política que enriquece a olhos vistos e vê no tratado que suja o nome de Lisboa, apenas um meio de continuar a enriquecer.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

E NÓS POR CÁ????????????????????????

Para a tarde do último Domingo a Junta de Freguesia de Real decidiu convocar a população para a apresentação do Orçamento e Plano de Actividades para 2010 e das candidaturas a Fundos Comunitários.

A população, mostrando uma maturidade civica impar, aderiu ao convite e encheu a sala da sede da Junta de Freguesia.
Foram cerca de duas horas em que a Junta de Freguesia pode apresentar as suas linhas orientadoras e a população pode partilhar os seus anseios e problemas e dar contributos, ajudando, assim, a Junta de Freguesia a tomar as melhores opções para o futuro da nossa Freguesia.

do Partilhando da ribeira

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

VELHOS TEMPOS

Praia da Figueira da Foz o pendura era o Nuno Rodrigues da Silva (veneno), na que foi uma das minhas ultimas participações em provas Todo o Terreno obrigado Nuno pela foto

domingo, 22 de novembro de 2009

VAMOS BENFICA


Continuem a fazer a festa com as eusebio's cup e as taças amizade e deixem os troféus a sério para os outros...

pensamentos

Pensamento 1:
'Os Homens são como o vinho: todos começam como uvas. Cabe às mulheres
amassá-los, pisá-los e enclausurá-los até que amadureçam!'
Pensamento 2:
'As Mulheres também são como o vinho: com o passar dos anos umas
refinam o sabor, outras azedam. As que azedam é por falta de uma boa
rolha...'

Autor desconhecido (mas não parvo)

sábado, 21 de novembro de 2009

COMPREI UM PORSCHE

gostão deste? o que eu comprei não tem nada a ver.
Mas é um PORSCHE

PORTUGAL É MAIS CORRUPTO QUE ITÁLIA

Pode o «ranking» da corrupção percebida dizer que não, mas a verdade é que Portugal é mais corrupto, muito mais, do que a Itália. Eles têm a Máfia, mas não lhe dão tréguas. Quanto à Justiça, não tem qualquer problema em levar à barra do tribunal o próprio primeiro-ministro e acusá-lo de corrupção.

Em Portugal, temos uma outra Máfia organizada, a do poder político. A diferença é que, no nosso país, a Justiça é a guarda avançada desses poderosos que sabem que, quando são apanhados nas malhas de escutas ou de outros indícios, têm quem os protega. Arquive-se! Anule-se! Destrua-se!

Não falo dos Juizes e Magistrados de primeira instância, aqueles que têm coragem de extrair certidões e de dizer que o primeiro-ministro incorreu em crime contra o Estado de Direito. Falo das instâncias superiores, da Relação para cima - todos sabemos que só existem para guardar as costas dos poderosos. Entram em acção quando o resto falhou. Fazem parte, por acção e omissão, desta corrupção generalizada, desta parelha Política - Justiça que me faz ter nojo, ter asco de ser português, ter vergonha de ter nascido neste país de merda.

As escutas passaram pela Polícia Judiciária, pelo Ministério Público, pelo Tribunal de Primeira Instância, pela Procuradoria-Geral da República e pelo Supremo Tribunal de Justiça. No total, terá passado por dezenas de pessoas. Não haverá um filho da puta que seja que pegue nas putas das escutas e as ponha escarrapachadas na merda da comunicação social?

Para que se veja, de uma vez por todas, de que massa é feita esta escumalha?

do Aventar

GOSTARIA DE PODER GRITAR


FUI EU, FUI EU, FUI EU!
.
.
EUROMILHÕES, primeiro prémio saiu a um Português.
Ter-me-ia feito tanto jeito!

R.I.P

-O Tomar Partido era uma das minhas visitas diárias na blogosfera, habituei-me a ler e respeitar o Jorge Ferreira.
Faleceu hoje.
Descanse em paz.
À família sentidos pêsames.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

ENRIQUEÇA O SEU VOCABULÁRIO

Assalto à Vara – Assalto de fato e gravata
Varómetro – Medidor de corrupção
Varapau – A vara que julga o Vara
Varapau de corrida – Carapau corrupto
Vara verde – Corrupto inexperiente
Varamento – Acto de bater em corruptos
Varação – Encalhar a corrupção na PGR
Varar um barco – Encher o barco de corruptos
Vara de porcos – Partido ....... (guess?)
Vardade – Mentira

By maill

terça-feira, 17 de novembro de 2009

SESSENTA ANOS SEM ANTÓNIO ALEIXO

António Aleixo, o mais célebre dos nossos poetas populares, morreu faz hoje 60 anos. Em homenagem ao seu talento aqui deixo quatro das suas quadras. Tão actuais hoje como no dia em que as escreveu:

Sem que discurso eu pedisse,
ele falou e eu escutei.
Gostei do que ele não disse;
do que disse não gostei.

P'ra mentira ser segura
e atingir profundidade
tem de trazer à mistura
qualquer coisa de verdade.

Mentiu com habilidade,
fez quantas mentiras quis,
agora fala verdade,
ninguém crê no que ele diz.

Julgando um dever cumprir,
sem descer no meu critério,
digo verdades a rir
aos que me mentem a sério!


terça-feira, 10 de novembro de 2009

UM POUCO DE HUMOR

Um dos novos ministros do novo governo, no dia seguinte ao da posse, foi logo a correr para o seu novo gabinete, todo contente, a pensar com os seus botões “já sou ministro, ò larilas” (soit-disant) …
Chega bem cedinho, todo "cheirosinho", fatinho novo, gravata Hermès, cumprimenta o segurança, entra no elevador, sobe, passa pelo contínuo e pelas secretárias e, no seu gabinete, senta-se atrás de sua mesa de trabalho. Ajeita os papéis (verdadeiramente o único papel que tinha sobre a mesa era o jornal do dia), começa a ver as notícias e espera que entre alguém. Meia hora depois batem à porta.
Diz para entrar e pede delicadamente à pessoa para se sentar no cadeirão em frente à sua secretária. Enquanto isso, apanha rapidamente o telefone e começa a simular uma conversa:
- Mas é claro, Dr. Mendonça, pode ficar tranquilo! O seu assunto irá ser devidamente analisado. Estamos à espera do parecer!...

- Sei, sei... Como? Ah, não se preocupe! Almoçamos na próxima semana!...

- É claro!... Sem qualquer problema!... Dr. Mendonça, dá-me licença, que eu tenho agora que receber uma pessoa para tratar também de um assunto muito importante ... Obrigado... Um abraço!
Coloca o telefone no descanso, com força, e diz para o visitante:
- Bom dia. Então qual é o assunto que o traz por cá?
- Eu …???!!! Venho instalar o telefone...!!!

DÚVIDA QUE SE COLOCA


Quem pode autorizar escutas sobre o presidente do Supremo Tribunal de Justiça?

CARTA ABERTA AO PRIMEIRO MINISTRO JOSÉ SOCRATES

Autor: João Miguel Tavares

Excelentíssimo senhor primeiro-ministro:
Sensibilizado com o que tudo indica ser mais uma triste confusão envolvendo o senhor e o seu grande amigo Armando Vara, venho desde já solidarizar-me com a sua pessoa, vítima de uma nova e terrível injustiça. Quererem agora pô-lo numa telenovela - perdoe-me o neologismo - digna do horário nobre da TVI é mais um sintoma do atraso a que chegámos e da falta de atenção das pessoas para as palavras que tão sabiamente proferiu aquando do último congresso do PS:”Em democracia, quem governa é quem o povo escolhe, e não um qualquer director de jornal ou uma qualquer estação de televisão.” O senhor acabou de ser reeleito, o tal director de jornal já se foi embora, a referida estação de televisão mudou de gerência, e mesmo assim continuam a importuná-lo. Que vergonha.

Embora no momento em que escrevo estas linhas não sejam ainda claros todos os contornos das suas amigáveis conversas, parece-me desde já evidente que este caso só pode estar baseado num enorme mal-entendido, provocado pelo facto de o senhor ter a infelicidade de estar para as trapalhadas como o pólen para as abelhas - há aí uma química azarada que não se explica. Os meses passam, as legislaturas sucedem-se, os primos revezam-se e o senhor engenheiro continua a ser alvo de campanhas negras, cabalas, urdiduras e toda a espécie de maldades que podem ser orquestradas contra um primeiro-ministro. Nem um mineiro de carvão tem tanto negrume à sua volta. Depois da licenciatura na Independente, depois dos projectos de engenharia da Guarda, depois do apartamento da Rua Braamcamp, depois do processo Cova da Beira, depois do caso Freeport, eis que a “Face Oculta”, essa investigação com nome de bar de alterne, tinha de vir incomodar uma pessoa tão ocupada. Jesus Cristo nas mãos dos romanos foi mais poupado do que o senhor engenheiro tem sido pela joint venture investigação criminal/comunicação social. Uma infâmia.

Mas eu não tenho a menor dúvida, senhor engenheiro, de que vossa excelência é uma pessoa tão impoluta como as águas do Tejo, tirando aquela parte onde desagua o Trancão. E não duvido por um momento que aquilo que mais deseja é o bem do Pais. É isso que Portugal teima em não perceber: quando uma pessoa quer o melhor para o País e está simultaneamente convencida de que ela própria é a melhor coisa que o País tem, é natural que haja um certo entusiasmo na resolução de problemas, incluindo um ou outro que possa sair fora da sua alçada. Desde quando o excesso de voluntarismo é pecado? Mas eu estou consigo, caro senhor engenheiro. E, com alguma sorte, o procurador-geral da República também.

Atentamente, JMT.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O MURO CAIU ?


É frequente ouvirmos dizer que o Muro de Berlim "caiu", como se isso tivesse acontecido graças à lei da gravidade. Mas não "caiu": foi derrubado por largos milhares de pessoas sedentas de liberdade, que queriam viver numa sociedade democrática e durante 28 anos estiveram impedidas de circular livremente na própria cidade onde viviam.
É só um pormenor.
Mas que faz toda a diferença.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Esperança: Paulo Bento no desemprego pode fazer o desemprego perder pontos

Depois de se ter demitido do Sporting, Paulo Bento foi para o desemprego, onde se espera que também lá consiga fazer perder muitos pontos.

Um pouco por todo o país, os desempregados vêem finalmente uma luz ao fundo do túnel.

Nota: Acaba de chegar à redacção um comunicado do Ministério do Trabalho que diz que o desemprego já baixou 3 pontos e Paulo Bento ainda nem começou a treinar.


do imprensa falsa

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

IRS 2009

IRS 2009 - Atenção à actualização da relação dos seus dependentes!

Actualize a sua lista de dependentes na DECLARAÇÃO ANUAL DE RENDIMENTOS - IRS (Por definição, são seus dependentes, todos aqueles que você é OBRIGADO, POR LEI, A SUSTENTAR)



Assim, são SEUS DEPENDENTES:
- Ciganos;
- Vagabundos;
- Presidência da República e assessores;
- Governo e assessores (até mesmo os familiares nomeados por clientelismo político);
- Câmara Municipal e assessores (idem);
- Águas de ... (consumos mínimos e estimado);
- EDP (consumos mínimos e consumo estimado);
- TELECOM; VODAPHONE; OPTIMUS; etc.
- Gás de Portugal (consumos mínimos e estimado);

- Beneficiárias da taxa de saneamento básico (recolha de lixo, etc);

- Centros de inspecção de veículos;

- Companhias seguradoras (seguro automóvel obrigatório);

- BRISA - Portagens;

- Concessionárias de parques e estacionamento automóvel;

- Concessionárias de terminais aeroportuárias e rodoviários;

- Instituições financeiras - Taxas de administração e manutenção de contas correntes, renovação anual de cartões, requisição de cheque etc.;

- Mais de 230 deputados da Assembleia da República, com os respectivos ESQUEMAS de apoio.

- BCP, BPN, BPP e demais esquemas de enriquecimento fácil de administradores e gestores cleptomaníacos a que o estado entrega os impostos que pago, para evitar o alarme social e financeiro e, agora, também, a BES, BPI, ..., CGD...



... Para o ano é provável que tenha ainda MAIS!!!

os três pilares da economia


quarta-feira, 4 de novembro de 2009

F. C. PORTO


Na liga que verdadeiramente interessa, naquela onde jogam os melhores do Mundo, aúnica equipa portuguesa nela (sempre) presente voltou a mostrar a sua veia de campeão.

Nos oitavos já estamos. A força do Dragão é o orgulho da Nação e Madrid é já ali...

QUADRAS DO DIA QUE PASSA

O país de cima a baixo
É um covil de ladrões

Mas ainda há gente séria
Entre os nossos dez milhões.

Ser corrupto é ser podre
Porco, sujo, cagalhão
Não há crime mais nojento
Do que a grande corrupção.

Tudo gente muito fina
Tudo altos figurões
Gente da alta finança
Empresários e patrões.

Não há nada que te safe
Ó meu portuga coitado
O poder é todo deles
E a justiça passa ao lado.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

NADA DE EXCITAÇÕES

Calma. A porcaria vai assentar e os corruptos vão continuar a fazer a sua vida à sombra desta democracia de maus costumes.

O Ministério Público chegou à conclusão de que o contrato de concessão do terminal de contentores de Alcântara foi feito à medida dos interesses do grupo Mota-Engil. Evidentemente que esta evidência não significa que alguém vá preso. Nada disso. Neste caso, o negócio foi feito por anjinhos que não receberam nada em troca e só pensaram, a todo o momento, nos interesses estratégicos do sítio. É natural.

É em nome desses interesses estratégicos que o Estado anda metido em tudo e mais alguma coisa. A esquerda baba-se com os sectores estratégicos e as empresas estratégicas. Pois é. É a face visível de um sistema corrupto, cada vez mais corrupto, em que vale tudo para fazer fortuna e impor aos privados regras sujas de um jogo cada vez mais porco e repelente. Agora aí está mais uma operação policial que descobriu uma pequena parte da face oculta do sistema. No centro do caso, que está a excitar os indígenas, aparece um sucateiro que criou um grupo empresarial ao fim de muitos anos de trabalho e que terá corrompido uns senhores de colarinho muito branco para fazer negócios com empresas estratégicas do Estado, empregar centenas de trabalhadores e pagar-lhes os salários.

Obviamente que está preso. Os outros, senhores de gravatas caras que circulam nos corredores do poder e das empresas públicas estratégicas há imensos anos, ligados aos partidos do Bloco Central, os patrões do polvo, andam por aí à espera de novas e mandados já com um rol imenso de defensores. É evidente que neste sítio manhoso, cada vez mais manhoso, corrupto, cada vez mais corrupto, pobre, cada vez mais pobre, deprimido, cada vez mais deprimido, cheio de larápios, e que larápios, chicos-espertos, e que chicos, cheio de mentirosos, e que mentirosos, e obviamente cada vez mais mal frequentado, o que não falta é sucateiros que só sobrevivem corrompendo os patrões do sistema.

Claro que não são todos iguais. Há os pequenos, os médios e os tubarões. Desta vez caiu na rede um à medida do sistema que andou por aí a fazer negócios corruptos com várias empresas estratégicas do Estado. Obviamente que está preso. Mas nestas coisas de corrupção é preciso muita calma. Nada de excitações. As campainhas de alarme já começaram a tocar em todos os corredores do poder, e, mais cedo do que tarde, em nome dos altos interesses do Estado, tudo irá voltar à normalidade. A porcaria vai assentar e os corruptos vão continuar a fazer a sua vidinha à sombra desta democracia de muitos maus costumes.

António Ribeiro Ferreira, Grande Repórter in Correio da Manhã

domingo, 1 de novembro de 2009

DIA DE TODOS OS SANTOS

Evangelho segundo São Mateus 5, 1-12



Naquele tempo, ao ver as multidões, Jesus subiu ao monte e sentou-Se. Rodearam-n’O os discípulos e Ele começou a ensiná-los, dizendo:




«Bem-aventurados os pobres em espírito,

porque deles é o reino dos Céus.

Bem-aventurados os humildes,

porque possuirão a terra.

Bem-aventurados os que choram,

porque serão consolados.

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça,

porque serão saciados.

Bem-aventurados os misericordiosos,

porque alcançarão misericórdia.

Bem-aventurados os puros de coração,

porque verão a Deus.

Bem-aventurados os que promovem a paz,

porque serão chamados filhos de Deus.

Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor da justiça,

porque deles é o reino dos Céus.

Bem-aventurados sereis, quando, por minha causa,

vos insultarem, vos perseguirem

e, mentindo, disserem todo o mal contra vós.

Alegrai-vos e exultai,

porque é grande nos Céus a vossa recompensa»



Da Bíblia Sagrada

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

TOMADAS DE POSSE


SÁBADO DIA 31 DE OUTUBRO

Câmara Municipal- 15:00 no Auditório do Complexo Paroquial

Assembleia Freguesia Chãs Tavares - 20:00 Sede da Junta de Freguesia

H1N1 a gripe dos porcos


As autoridades de Saúde norte-americanas – ao que dizem – rejeitaram a vacina anti-gripe A que Portugal encomendou e está a aplicar. A Alemanha parece que está a fazer o mesmo que os EUA.
No hemisfério Sul, onde já é Primavera, a gripe A não teve maiores efeitos do que as gripes sazonais comuns. A OMS, porém, insiste na ideia de pandemia e corre por aí o aviso de que a gripe A pode afectar um-terço da população europeia. Talvez algo como a ainda recente "gripe das aves", que ia varrer um-quarto da população mundial?
Em Portugal, as nossas autoridades de Saúde andam a esclarecer que quaisquer eventuais efeitos provocados pela vacina são sempre preferíveis à gripe A, sem que esclareçam de facto que efeitos podem ser esses.
Tal como há uns meses se adivinhava, a pior epidemia é a da informação e contra-informação em torno de tudo isto, é a da "guerra" entre os laboratórios multinacionais, é a da primazia das grandes distribuidoras farmacêuticas, é a dos interesses obscuros envolvidos. Isto, sim: é epidemia e gera alarme.
Há necessariamente muita coisa escondida por baixo do que vem à superfície. Nada melhor do que darmos um belo espirro dos antigos, colectivo e com a boca destapada, para ver sair da toca quem se esconde.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

ALÇADA ?

Porque razão a sra Ministra da Educação, do XVIII Governo Constitucional, não se apresenta com o seu verdadeiro nome?
A sra dra Maria Isabel Girão de Melo Veiga Vilar, é que é a nova Ministra.
A sra dra Isabel Alçada, não existe. Isabel Alçada, só existe como escritora. Será que continua a querer usar o pseudónimo por meros interesses comerciais?
E porque razão a agora sra Ministra, mentiu poucos dias antes de se conhecer o elenco governativo, dizendo que Sócrates II, O Dialogador, a não tinha convidado para o governo, quando se sabe que até adiantou o seu último livro pela possibilidade de isso vir a acontecer? Sim, eu sei que quando da altura do convite, o homem ainda era Sócrates I, O Arrogante, o que lhe pode ter permitido dizer o que disse. São duas personalidades bem diferentes. Nada de confusões!
Já lá vão duas mentirazinhas. Haverá por aí mais alguma?
E já agora, quem irá decidir a suspensão, ou não, da avaliação dos professores, como reclama a Fenprof, e toda a classe dos professores? A sra dra Maria Isabel Veiga, ou a escritora Isabel Alçada?
E no restante governo, quantas mentiras haverá? É que o sr chefe dos dois últimos governos, já nos habituou a , pelo menos algumas, no que respeita aos seus ministros, pelo que não seria nada de espantar.

Lendo o Diário da Republica Portuguesa


DECRETO Nº 100-A / 2009

O Presidente da República decreta, nos termos do artigo 133.º, alínea g), segunda parte, da Constituição, o seguinte:
É exonerado do cargo de Primeiro-Ministro o Eng.º José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa.
Assinado em 26 de Outubro de 2009.
Publique -se.

O Presidente da República, ANÍBAL CAVACO SILVA.

BENFICA - NACIONAL

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

ABBA

Não sei porquê, mas apeteceu-me..


F.C. PORTO - ACADÉMICA

Um resultado justo em face do que a Briosa fez.
Uma exibição fraquinha que se salvou pela segunda parte. Foi um F.C.Porto que se diplomou mas com nota baixa.

Um F.C. Porto em serviços mínimos rumo ao Penta e à final de Madrid. Aqui não há que enganar: quem luta na Champions sofre em casa. É preciso perceber os jogadores: habituados aos melhores palcos do Mundo, é um problema quando voltam à terra para disputar jogos com aquelas equipas de segunda da segunda circular. Pois é, não dá pica, ehehehehe.

NOVO GOVERNO (a partir de hoje perto de si)


piada do dia

O filho pergunta ao pai:
- Oh Pai, a Maria pode engravidar?
Pai: - Quem é a Maria filhinho?
Filho: - É a minha namorada lá da escola.
Pai: - E quantos anos tem ela?
Filho: - Tem 4 anos.
Pai: - Claro que não!
Filho: - Uhh! Granda cabra! Com a história do aborto fez-me vender o triciclo

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

OS MEIOS ÍNVIOS DO GOVERNO

Os submarinos andam "à tona", porque o governo anda "à rasca" com falta de dinheiro ...

Recapitulemos:

Portugal, como país costeiro que é, tem uma vasta área de mar territorial e de zona económica exclusiva.
A vigilância e protecção dessas vastas áreas marítimas implica a utilização de meios náuticos e aéreos adequados ao efeito - navios (de vários tipos, consoante as missões) submarinos, aviões e helocópteros.
Para além do mais Portugal tem uma vasta história de feitos marítimos e uma íntima ligação com o mar, mais que não seja por metade das suas froneteiras rerem marítimas.
Portugal tinha uns submarinos do tempo da II grande guerra ou pouco menos, que, apesar de todas as remodelações, estavam obsoletos.
Depois de muuita discussão e avisados conselhos (geralmente contraditórios...)o governo socialista de Guterres entendeu que deveriam ser encomendados (construídos) três submarinos para a nossa marinha de guerra. Era o número mínimo.
O governo de Barroso, sendo Portas ministro da defesa, entendeu que por razões de economia Portugal se deveria bastar, no momento, com apenas dois submarinos.
E assim se fez o contrato.
Veio o governo de sócrates, tudo continuou como dantes, até que as contas públicas começaram a apertar, como apertam hoje. E vai daí passaram a congeminar uma forma de "matar dois coelhos com uma cajadada": não pagar os submarinos e "encravar" Paulo Portas num qualquer "negócio sujo".
Vai daí o governo anda actualmente numa azáfama a procurar junto de grandes escritórios de advogados lisboetas forma de deixar de cumprir as obrigações contratuais do Estado Português, com base em argumentos arranjados para o efeito, abdicando da compra dos submarinos - compra que irá onerar gerações futuras, se daqui a uns tempos se voltar a entender que se devem comprar submarinos - para poupar os milhões de euros que depois reverterão para o rendimento social de inserção, tgv's deficitátios, auto-estradas "paralelas" e outras paródias congéneres, que até teriam muita graça se não fossem completas loucuras.

COERÊNCIAS



Sampaio, que derrubou governo maioritário, está preocupado com criação de condições de sobrevivência de governos minoritários.

.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

BREVES NOTAS SOBRE OS NOVOS MINISTROS

- Os novos ministros já cansam. Aguardamos com expectativa uma remodelação.

- Mas têm apelidos engraçados, os estreantes: Serrano, Mendonça, Pássaro, André, Canavilhas, Alçada.

- Nesta aventura no ministério, Isabel Alçada devia estar acompanhada por Ana Maria Magalhães.

- As piadas sobre Isabel Alçada já cansam. Espero não fazer mais nenhuma. Como espero não fazer nenhuma com o apelido da ministra do Ambiente: Pássaro.

- A escolha da Engenheira Pássaro para o ministério do Ambiente acaba por ser o 25 de Abril das aves.

- Santos Silva na Defesa? A direita que se cuide, porque o homem que gosta de malhar está agora armado até aos dentes.

MINISTRA DA SAUDE !?!??

Segundo os dados do INE morreram, no ano passado, em Portugal:
33.000 portugueses vítimas de doenças do aparelho circulatório.
Há alguma campanha a decorrer sobre a principal causa de morte em Portugal?
Não.
A ministra pronuncia-se sobre ela?
Não.

A 2ª causa de mortalidade é o cancro.
25.000 morreram de cancro no ano passado.
A ministra alguma vez se pronunciou sobre a segunda causa de morte em Portugal?
Não.

A terceira causa de morte são as doenças do aparelho respiratório.
16.000 foram vítimas destas doenças, incluindo 3000 vitimas de gripes e constipações normais.
etc,
etc,
etc.
No fundo da tabela, a doença que menos mata em Portugal: a gripe A.
Foram 3 as vítimas desta doença até agora. Até a caspa mata mais.
A ministra fala sobre ela?
Sim. Todos os dias.
Há alguma campanha em curso?
Sim. Em todas as rádios, na maioria dos jornais e nas televisões.
Milhões do erário público para alertar para a doença que menos matará em Portugal.

Faz todo o sentido.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

quadra do dia

.

Não há machados que cortem
A raiz ao pensamento
Por mais golpes que receba
A todo e qualquer momento.


.

ANUNCIO


.

.
,
.
.
.
.
.,
.
.











terça-feira, 20 de outubro de 2009

SARAMAGO

Não gosto deste escritor. Nem do que escreve, nem da maneira como o faz. Nem como pessoa eu gosto. Ele, não gosta de Portugal nem dos Portugueses, e eu não gosto dele. As suas palavras, os seus escritos, as suas ideias, as suas atitudes, arrepiam-me, de um modo que me faz mal.
Dizem-me que tenho de gostar do senhor porque ele recebeu um Nobel, e ainda por cima é Português.
Muitos o receberam e há mais portugueses por aí, e não tenho de gostar de todos.
Não gosto deste, pronto.
Agora, nem ele sabe porquê, resolveu apresentar o seu último livro em Penafiel. Por certo nem saberia onde ficava a cidade antes de saber que ia ser homenageado.
Na apresentação deste seu livro, Caím, mostra muito do que este homem é. Mais uma vez, e de novo, resolve bater em Deus e na Igreja Católica, e embora me não interesse minimamente que seja quem for escreva ou fale (bem ou mal) sobre o Antigo Testamento ou até mesmo sobre o novo, não precisa de para isso ser desnecessariamente estúpido, e estupidamente jacobino, sectário e intolerante, como o foi este autor. As suas palavras sobre a Bíblia, são cruéis, vingativas e se nos déssemos ao trabalho de as ouvirmos bem, enlouquecedoras. A sua incapacidade para ter Fé, é por demais evidente. E essa capacidade é uma mais valia para quem a possui. E embora, não a ter, não possa ser considerado defeito, já o é criticar quem tem a felicidade de ter nascido com ela .
Não precisava, mas insulta e despreza a fé de terceiros para dizer o que pensa, e tem um prazer orgásmico em agredir os outros.
Os seu problemas com a religião nunca terão ficado resolvidos, e agora, já velho e casmurro, é muito tarde para os solucionar.
Não consigo gostar de pessoas assim.

domingo, 18 de outubro de 2009

MARÇO DE 2008

Publico aqui cópia da minha intervenção na reunião da Junta de Freguesia de Chãs de Tavares do passado dia 03 de Fevereiro de 2008.
Como não obtive respostas a estas minhas questões, que foram colocadas no sitio certo, e às pessoas certas, peço a quem souber responder que me responda pessoalmente ou através dos comentários aqui no blog.

Exmos. Srs.
Numa breve análise às actas das reuniões da Exma. Junta de Freguesia de Chãs de Tavares, do actual mandato cumpre-me fazer os seguintes reparos e perguntas, assim: pergunto o porquê de existirem três actas, 23, 24 e 25 que não foram efectuadas, será normal?

Na acta 28/2006 verifico a demissão do Sr. Presidente Carlos Manuel, na mesma acta o Sr. Carlos Manuel refere ainda que vai “pedir às instituições da tutela, que seja efectuada uma inspecção rigorosa a toda a actividade da Junta de Freguesia, em defesa do seu bom-nome”, pergunto se tomou alguma medida para que fosse efectuada tal inspecção?

Reparo ainda que a Secretária à altura D. Célia Amaral Costa não assinou a referida acta, Questionei a D. Célia Costa que me respondeu não ter estado presente na referida reunião, ao contrário do que está escrito na referida acta. Na mesma acta pede à Sr.ª Secretária para enviar a acta para o Presidente da Assembleia de Freguesia, reparo que na reunião seguinte da Assembleia de Freguesia, à qual o Sr. Carlos Manuel não esteve presente, não foi sequer referida tal demissão, pergunto porquê?

Na acta nº 4 de 24 de Setembro de 2006 da Assembleia de Freguesia o Sr. Carlos Manuel “ manifestou a sua vontade em abandonar as suas funções” e “ perante estes esclarecimentos o Sr. Presidente comunicou que iria reunir a Junta de Freguesia para poder esclarecer toda esta situação e pediu a esta Assembleia uma nova reunião para definitivo esclarecimento destes assuntos, em data a marcar”.
Na reunião seguinte da Junta de Freguesia Acta 30/2006 de 1 de Outubro de 2006 não verifico nenhum esclarecimento por parte da mesma.

Na acta 40 de 7 de Maio de 2007 verifico que a Junta de Freguesia contrata serviços a empreiteiros com pagamento a mais de três anos, pergunto não será demasiado tempo? Não será lesivo para os interesses da Freguesia? Que trabalhos foram estes e que urgência tinham?
Verifico que na acta 43 de 4 de Agosto de 2007 esta Junta de Freguesia entrega os serviços de Contabilidade a uma contabilista de nome Isabel Ferreira Técnica Oficial de Contas com escritórios na cidade da Guarda. Reparo que sem concurso publico. Pergunto porquê na cidade da Guarda? Não existem contabilistas no concelho ou mesmo na Freguesia, na referida acta não se esclarecem os montantes.

Na acta 7 da Assembleia de Freguesia verifico o pedido da Junta de Freguesia para a adesão à ANAFRE “ visto dai decorrerem uma série de vantagens para a Freguesia, nomeadamente protecção jurídica. Pergunto se a Junta de Freguesia ao pertencer à ANAFRE tem protecção jurídica porquê contratar advogados? Tal como aconteceu na ultima reunião da Assembleia de Freguesia em que esteve presente o Sr. Dr. Sobral Abrantes para defender os interesses da pedreira do Monte do Bom-Sucesso? Reparo fico com a sensação de que a adesão a ANAFRE foi para os Srs. Secretário e Tesoureiro irem dar um passeio até à Madeira.

Nas actas redigidas pela anterior secretária D. Célia Costa ainda dá para ver motivos e montantes gastos pela Junta o que não mais se verificou depois da sua saída.

Relativamente a acta 49 que amavelmente o Sr. Presidente me enviou, verifico que o Sr. Presidente se preocupa realmente com a minha pessoa, pois ao convocar uma reunião extraordinária tão urgentemente, relativa à minha intervenção dois dias antes na Assembleia de Freguesia em que manifestei a minha preocupação relativamente à exploração de minérios no Monte do Bom-Sucesso, em que eu referi que estava a Junta de Freguesia a meu ver, a vender o referido minério por muito pouco dinheiro, tendo eu dito que mesmo a vender o minério a um preço muito baixo e referi um cêntimo por quilo saindo como saem milhares de toneladas ano a Junta poderia receber mais do que tem recebido.
O que a propósito o Sr. Carlos Manuel e dando-me razão, referiu que o Sr. Cabral de Travanca, já aqui à uns anos lhe tinha oferecido 35 000 contos (trinta e cinco milhões de escudos) pelo espaço do campo de futebol, ora temos que o espaço actualmente já retirado é três vezes ou mais superior ao do campo, logo temos que a ser vendido aos actuais preços de dez mil euros por ano, só daqui a mais de cinquenta anos é que a junta vai receber o equivalente ao que o Sr. Cabral oferecia, ora sabendo nós que a empresa que está a explorar os minérios o está a fazer a um ritmo de tal ordem grande que durante este ano já nada restará.
Perante tais factos o que pretende fazer a Junta de Freguesia?

Acredite Sr. Presidente não gostei do nervosismo que esta questão dos minérios tem provocado na sua Junta de Freguesia.

Perguntas: Existe contrato de exploração dos minérios da denominada pedreira “ Bom Sucesso nº 4?
Está a exploração da pedreira nº 4951 devidamente licenciada?
Para quando uma sede da Junta de Freguesia condigna de uma aldeia que alguns dizem ser vila?
Para quando uma creche para as nossas crianças com as devidas condições?
Para quando um Parque Infantil para as nossas crianças?
Para quando a construção das ETAR´S?
Para quando a limpeza e alargamento dos caminhos públicos da Freguesia?
Para quando a construção da rotunda da IP-5?
O que fez a Junta de Freguesia relativamente aos pobres da Freguesia, nomeadamente à “Rosa Maneta”?
Quando foi feita a ultima análise à agua das povoações da Freguesia e onde estão os resultados?
Que garantias temos relativamente à qualidade das mesmas?
Pode a Junta de Freguesia ou Assembleia de Freguesia vender terrenos baldios?
Para quando uma sinalética, toponímia e sinalização rodoviária em condições para a Freguesia?
Quais os critérios para atribuição de verbas a instituições culturais, desportivas, religiosas ou desportivas da freguesia e freguesias vizinhas?
Quais os critérios de selecção de empreiteiros para efectuar obras da responsabilidade da Junta na freguesia?
Já tomou a Junta de Freguesia alguma atitude junto da Câmara Municipal no sentido de rectificar e melhorar no site da CMM a apresentação da Freguesia de Chãs de Tavares?
Encontra-se o Presidente a exercer o cargo a meio tempo ou a tempo inteiro?
Quais foram os critérios para a entrega da limpeza das ruas à actual empresa e qual o valor pago pela Junta?
A quem pertence a casa onde foi o antigo posto da GNR, no Largo do Pelourinho?
Para quando o calcetamento dos passeios da E.N.16 junto ao cemitério?
Não seria oportuno cortar as partes secas das árvores em frente ao cemitério?
Qual a área do baldio de Chãs de Tavares com o art. 375 pois este encontra-se omisso na acta nº 7 de 29.04.07 da Assembleia de Freguesia.

E as éolicas? Como está a ser gerido o processo?
Não haverá incompatibilidade entre o aproveitamento da energia eólica e a florestação? isto a propósito da constituição da Z.I.F. 179/08 Pousadas, em que a Junta de Freguesia colabora tendo o seu Presidente sido nomeado representante do núcleo fundador.
Aproveito ainda para entregar nesta Junta de Freguesia legislação sobre exploração de pedreiras mais em concreto o Decreto-Lei 340/2007 de 12 Outubro de 2007, para que a Exma. Junta o entregue ao Sr. Dr. Sobral Abrantes digno representante da Junta de Freguesia, que ao que eu penso não tem conhecimento desta legislação, a julgar pela forma como falou na reunião da Assembleia de Freguesia do passado dia 13 de Janeiro de 08. São trinta e oito páginas.
Esta minha intervenção foi escrita para que seja entregue na reunião da Junta de Freguesia do dia 3 de Fevereiro de 2007. Escrita para que não haja mal entendidos como os verificados em anterior reunião de órgãos autárquicos. Mais informo que irei publicar esta minha intervenção onde me prouver.
Muito ficará ainda por questionar, mas ficará para uma próxima oportunidade.
Aproveito ainda para solicitar à Exma. Junta as actas referentes ao anterior mandato, não necessitando estas de ser autenticadas, apenas pedindo desde já a possibilidade de confrontar as cópias com os originais.


PELO BEM DA FREGUESIA DE CHÃS DE TAVARES

Jorge Lemos
Cidadão

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

DEMOCRACIA


Em democracia por um voto se ganha e por um voto se perde, efectivamente a candidatura que eu encabecei perdeu por 18 votos.
Perdemos mas perdemos com dignidade, nunca enveredámos pela crítica fácil ou pessoal, respeitámos sempre os adversários e os seus apoiantes.
Procurámos apresentar soluções sérias e credíveis para os problemas da freguesia. Quisemos discutir ideias sem que nunca o aceitassem, não sei se por falta delas ou entenderem que o nosso projecto tinha como objectivo o bem comum.
Em meu nome pessoal e em nome de todos os que me acompanharam neste exercício de cidadania quero agradecer todo o apoio e confiança que depositaram em nós.
Não defraudaremos todos aqueles, e foram muitos, que em nós confiaram, vamos assumir o nosso lugar na oposição de forma séria e responsável, procurando sempre defender os interesses da nossa freguesia.
Lutaremos pela freguesia com o mesmo empenho que teríamos em caso de vitória, pois é essa a nossa obrigação.
Vamos continuar a trabalhar!
A todos os que votaram em nós, um muito obrigado pelo voto de confiança.
Um abraço.
Alexandre Constantino

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

ACABOU O TORMENTO

O País vai regressar à normalidade de sempre. Vamos regressar à nossa miséria, à nossa fome, à nossa corrupção.
Os fazedores de promessas vão de novo desiludir-nos e não as irão cumprir.
Os problemas da educação, da justiça e da segurança vão voltar em força, embora não seja certo que se vá falar deles para os resolver.
Os noticiários irão mais uma vez, e diariamente, falar de mortes, de guerras, de fome e de doença, entrando sem cerimónia e com toda essa violência em nossas casas, às horas das refeições, não se importando com o facto de crianças de todas as idades estarem normalmente a assistir, e esquecendo nos próximos tempos (não mais de doze meses, já que teremos mais do mesmo para a Presidência da República antes do fim de 2010), a refeição de eleitoralismo que durante meses nos serviram.
Durante o período que se aproxima, irão desaparecer as sondagens para todos os gostos e feitios, e regressarão em força os resultados do futebol, o frio e a chuva e as cores com que coloriram os alertas da Protecção Civil. Deixaremos de ver líderes partidários a abraçarem e a beijarem tudo e todos, e regressarão, pelas mãos dos mesmos, os actos sóbrios, sem música de feira em altos berros. O novo governo vai gozar de um período de sossego, até que seja preciso fazer alguma aliança. Deixaremos de ouvir falar dos pobrezinhos, dos desempregados, dos desamparados, bem assim como de terras e terrinhas que voltarão ao seu costumeiro anonimato. Vão parar ou mesmo desaparecer as obras ainda em curso, que foram feitas à pressa para as eleições, assim como desaparecerá o fingimento de alguns, que se mostraram durante meses cuidadosamente preocupados com as inquietações dos outros.
Acabaram as eleições. Foram três. Vamos ter novo Governo, novos Deputados, novos Presidentes de Câmara, novas Assembleias e mais coisas novas de todos os géneros, e daqui para a frente, e por causa de tudo isto, o nosso País, que até aqui estava muito mal, vai ficar rigorosamente na mesma
Vamos voltar a ter uma paz podre, e a esquecer os males do nosso País, até às campanhas para as próximas eleições, no princípio de 2011. Nessa altura tudo voltará a ser o que foi durante mais de um semestre deste ano.
Durante os próximos doze meses, o tormento em que vivemos os últimos seis, vai acabar.
(Enorme suspiro!)
(In O Primeiro de Janeiro, 14-10-2009)

terça-feira, 13 de outubro de 2009

NADA DE NOVO

Ultrapassada esta maratona de actos eleitorais, Sócrates continua primeiro-ministro, a maioria dos presidentes de câmara mantem o lugar, Cavaco Silva permanece Presidente.
Portugal mantem irremediávelmente o seu rumo.
Rumo ao abismo.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

AUTÁRQUICAS 2009 CHÃS DE TAVARES

CHÃS DE TAVARES VITÓRIA DE QUÊ OU DE QUEM.

ANÁLISE AO ESCRUTINIO.

Em 4 anos a Freguesia perdeu 32 eleitores (ninguém se preocupa em saber o porquê)

Apesar de terem votado mais 24 fregueses do que em 2005, o PSD perdeu 89 votos e perdeu 1 mandato, passando de 6-3 a 5-4.

O PS ganha mais 110 votos do que em 2005.

Perde toda a freguesia, pois lá teremos a eterna desavença criada ou a criar pelo actual e futuro presidente em relação á CMM. (espero bem que tal não aconteça, quem não se lembra do que se passou com o Soares Marques)

Perde toda a freguesia, pois lá teremos de continuar a pagar as depesas exorbitantes do actual executivo, as obras sem planeamento ou concurso dadas a fazer sem critérios, os minérios a serem vendidos ao desbarato e sem contrato etc...

Portanto e resumindo VITÓRIA DE QUEM??? ( só se for do actual e futuro presidente da junta que lá terá o ordenadito ao fim do mês mais umas quantas despesas pagas)

QUEM PERDEU NÃO FOI O ALEXANDRE MAS SIM TODOS NÓS.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

MANIFESTO ELEITORAL DO ALEXANDRE CONSTANTINO CANDIDATO DO PS A JUNTA DE FREGUESIA CHÃS DE TAVARES


Cidadãos de Chãs de Tavares.

A nossa candidatura está empenhada em resolver os problemas da nossa Freguesia falando com as pessoas olhos nos olhos, ouvindo os seus anseios e explicando a importância das medidas a implementar.
É este o novo rumo que é preciso tomar, é preciso coragem para virar a página e construir um novo Futuro.
No último Mandato, a Junta de Freguesia teve a oportunidade de gerir cerca de 500 mil euros, mais de 100 mil contos.
Há que acrescentar a este valor o investimento feito pela Câmara, em obras e materiais.
Estamos a falar de muito dinheiro, dinheiro que aplicado nas devidas prioridades, resolveria muitos dos problemas da nossa Freguesia.
Na hora de votar, temos de nos questionar:
-Queremos um presidente a tempo inteiro, ou queremos uma equipa responsável, que trabalhe e faça uma gestão criteriosa do dinheiro dos nossos impostos?
-Queremos esgotos sem tratamento e a correr a céu aberto?
-Queremos abrir as nossas torneiras e beber água com segurança?
-Vamos continuar a ser abastecidos por camiões cisternas?
-Queremos uma escola moderna, com capacidade de ajudar os nossos filhos para o futuro?
-Queremos serviços da Junta capazes de resolver os problemas das pessoas ou continuar de mão estendida como quem está a pedir esmola?
-Queremos que a nossa freguesia cresça?
-Queremos votar de acordo com o projecto, a competência, ou escolhemos o presidente de acordo com o partido, a idade ou o local onde mora?
-Queremos continuar a ter ruas sujas e com buracos, durante anos e anos?
-Queremos votar num projecto que nos vai prometer as mesmas coisas mais quatro anos ou dar a oportunidade a um projecto novo, diferente, simples, que tem como objectivo contribuir para o bem comum?
Não temos soluções milagrosas, não pretendemos inventar nada, procuramos apenas implementar o que de melhor os outros já fazem há muito.
Há que seguir um caminho. Um caminho que somos todos nós que querem outra política.
O poder da decisão está nas suas mãos, não deixe que ninguém decida por você.
Por si
Alexandre Constantino

Motivos para votar neste Projecto:
SOCIAL:
Criar o cartão do Idoso - com descontos e serviços associados.
Criar o projecto “Ombro Amigo”: fazer pequenos arranjos domésticos em casa dos mais Idosos ou de pessoas com mais necessidades.
Oferta de manuais escolares a todos os alunos do 1º ciclo.
Apoio a jovens que frequentem o Ensino Superior com mais carências económicas.

EDUCAÇÃO:
Criação de uma escola de Musica em diferentes aldeias de acordo com o número de alunos.
Criação de um centro de ocupação e tempos livres e de apoio ao estudo.
Cursos de iniciação à informática.
Criação/apoio de centros de internet - para pagamento de serviços e lazer.
Criação de um prémio de mérito para os melhores alunos.
Actividades de ocupação para as férias escolares d os jovens da Freguesia.
Construção de um Centro Escolar em colaboração com a Câmara Municipal de Mangualde.

CULTURA E LAZER:
Definir regulamento para atribuição de subsídios às diferentes Associações.
Apoio a todas as comissões de festas.
Regulamentação de utilização de espaços públicos - Campos de Jogos/ Parques.
Levantamento e inventariação de todo o património Imobiliário, Religioso e Cultural da Freguesia.
Construção de uma Bio – Piscina e parque envolvente.
Apoio/dinamização a actividades desportivas (BTT, caminhadas, orientação, todo terreno, desportos de equipa).

SERVIÇOS:
Criar a “Loja do Povo”- ajudar as pessoas com documentos das Finanças; Segurança Social; Ministério da Saúde; Câmara Municipal; e outros serviços.
Criação da Página Web da Freguesia – informação de Planos de Actividades, Relatório de Contas e notícias da Freguesia.
Aquisição de uma viatura para transporte do Kit de intervenção rápida contra Incêndios e para realizar trabalhos na Freguesia.
Construção de um Ecocentro.
Resolução do problema de abastecimento de água na Freguesia.
Contratação de um funcionário a tempo inteiro para a Junta de Freguesia.
Elaborar e iniciar planos de reflorestação para a Freguesia.


Investimentos:
Chãs de Tavares
Transformação da escola do primeiro ciclo de Chãs de Tavares na sede da Junta de Freguesia.
Recuperar o “25 de Março”- Feira de artesanato; Festival de música tradicional e recuperação da Feira do Gado.
Revisão e melhoramento de toda a sinalética, números e nomes de ruas .
Bairro Pedra d’Aire. – Chãs de Tavares.
Construção da rotunda entre a antiga IP5 e a EN- 16 – Chãs de Tavares.
Elaborar o projecto de preservação e requalificação do Monte da Senhora do Bom Sucesso.
Arranjo urbanístico do largo do Outeiro
Arranjo da calçada na rua Jerónimo Coelho Osório – Chãs de Tavares.
Arranjo de todos os tanques e aberturas dos chafarizes
Implementação de ETARES - tipo compactas.

Corvaceira
Limpeza e manutenção dos caminhos rurais e florestais
Pavimentação da variante da Corvaceira
Arranjo da Avenida Melo Cabral
Revisão da toponímia e sinalização das Ruas.
Construção de um Parque Infantil
Arranjo e abertura dos Chafarizes.
Arranjo da avenida da Liberdade
Enquadramento urbanístico do campo de Futebol
Colaboração na construção da capela mortuária



Tragos
Limpeza e manutenção dos caminhos rurais e florestais.
Estrada de ligação Tragos – Corvaceira.
Arranjo do cruzamento entre os Tragos e a estrada N16.
Aumento do coreto dos Tragos com aproveitamento da cave para sala multi-usos.
Recolocação dos contentores do lixo.
Colocação de barreiras protectoras nos muros que necessitem.


Matados
Limpeza e manutenção dos caminhos rurais e florestais.
Abertura da rua entre a Portela e a Capela no Outeiro – Matados
Colaboração na construção da capela mortuária
Arranjo dos tanques (Matados, Outeiro e Outeirinho).
Calcetamento de ruas.
Calcetamento dos passeios da rua DR. Soares Marques.
Resolução do problema da drenagem das águas pluviais.
Colocação de barreiras protectoras nos muros que necessitem.
Arranjo do largo da rua Cabral Sacadura.

Guimarães
Limpeza e manutenção dos caminhos rurais e florestais.
Candidatu ra ao programa Agrís da estrada do Parque Gil Vicente ao posto de Vigia até ao limite da freguesia .
Requalificação do tanque da santa Marinha.
Reaproveitamento das águas da Santa Marinha.
Arranjo da calçada Romana
Construção de um parque Infantil
Implementação de uma ETAR - tipo compacta e ligação de esgotos
Arranjo urbanístico Parque Gil Vicente – Guimarães.
Aproveitamento da escola do Primeiro Ciclo de Guimarães para pólo Museológico em colaboração com a Câmara Municipal de Mangualde

Vila seca
Arranjo de caminho Vila Seca – pontão
Arranjo do caminho Vila Seca - Casais.
Limpeza e manutenção dos caminhos rurais e florestais.
Reconstrução do Forno – Vila Seca.
Arranjo do largo junto à capela de Vila-Seca – parque de festas e de merendas.

Santo Amaro
Limpeza da ribeira e caminhos rurais
Resolução dos problemas de água.
Arranjo da calçada das ruas.
Limpeza dos caminhos rurais e florestais.
Candidatura ao programa agrís para pavimentação de caminhos.


POR TODAS ESTAS RAZÕES E MAIS ALGUMAS EU APOIO O ALEXANDRE E VOTO PS

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

curto e grosso


...dedicado vocês sabem a quem!!!!!!!

PORQUE HOJE É DIA 5 DE OUTUBRO...

.


...e se iniciam as comemorações dos 100 anos do regícidio, substituo durante este próximo ano a bandeira nacional pela monárquica, isto porque ninguém perguntou aos portugueses na altura nem nunca se queriam ter um regime monárquico ou republicano.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

REAL - PENALVA DO CASTELO


Em Real freguesia do Concelho de Penalva do Castelo apoio o amigo Pedro Pina

para rir (ou talvez não)

Listas de espera na Saúde: Hospital de Viseu chama Infante Dom Henrique para consulta

O Hospital de Viseu chamou ontem à tarde “o senhor Infante Dom Henrique” para uma consulta que tinha sido pedida em Março de 1440.
À terceira chamada, como o Infante não apareceu, a enfermeira chamou “o senhor João Gonçalves Zarco”, escudeiro do Infante que também pediu para ser visto pelo doutor quando acompanhou o Infante ao Hospital para marcar a consulta.
Entretanto, o Imprensa Falsa sabe que o Centro de Saúde de Sines está a tentar contactar “o senhor Vasco da Gama” para uma cirurgia às cataratas que o navegador pediu antes de partir para a Índia.
Publicado por Imprensa Falsa

Vigaristas é que não!

Acabada uma campanha, este blogue entra numa outra, a campanha eleitoral para as autárquicas. Apoiarei vários candidatos em vários Concelhos - gente que conheço e em quem confio, de terras que me são de alguma forma próximas. Apoiarei, em grande parte, independentemente do partido, porque nas autárquicas a importância da ideologia é limitada.
A corrupção, o clientelismo, o nepotismo corroem todas as formas de exercício de poder e nunca, mas nunca, dão bom resultado, nunca, mas nunca - mesmo quando se diz "rouba mas faz", ou a "cidade até está bonita" -, contribuem para o bem da polis e dos cidadãos. Portanto, factor absoluto de exclusão para o meu apoio é a desonestidade: vigaristas não!

Ninguém ganha ou perde eleições com o apoio deste blogue caseiro, mas mesmo assim e de qualquer das formas já sabem: aqui não se apoiam patifes, tratantes, velhacos ou meliantes.
retirado daqui www.peliteiro.com/ e faço destas palavras as minhas palavras

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Breves notas sobre os resultados eleitorais (mais ciência política)


1. Portugal tem poucos partidos, não tem?
2. Estiveram mais pessoas no concerto dos Xutos do que a votar em onze dos dezasseis partidos.
3. Qual concerto dos Xutos… estiveram mais pessoas na fila dos Pastéis de Belém do que a votar em onze dos dezasseis partidos.
4. Não sou grande coisa em contas, mas o PS mais o CDS dá-me maioria absoluta.
5. O MEP ficava à frente do PSD se houvesse mais uma semana de campanha.
6. As mulheres dos comunistas foram dormir para casa das irmãs.
7. Melõezinhos mesmo bons, madurinhos, esta semana e a próxima (e a outra) no sítio do costume, na sede do Bloco de Esquerda.
8. Faltaram três câmaras pereiras para o PPM chegar aos quinze mil votos.


A sexta força política são os votos brancos. A sétima são os nulos. Depois está o MRPP, MEP, PND, MMS, etc..


O Partido Socialista, sem maioria absoluta, tem de governar às mijinhas.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Explicando o voto ao meu filho Dinis

Hoje ao pequeno almoço, o meu filho Dinis de oito anos, perguntava-me o que é que os vários Partidos defendem para Portugal e como é que ele poderia decidir-se por um.

Foi fácil explicar-lhe o que defendia a extrema esquerda do Bloco quando lhe expliquei que teria de me passar a pagar parte da mesada, pelo facto de ter um telemóvel ou usar o PC lá de casa. Sobre a CDU, expliquei-lhe que a Playstation não era dele e dos irmãos, mas sim pertença colectiva de todos os meninos da rua e agora tinham de a partilhar.

Sobre o PS, foi simples pois disse-lhe que ele poderia continuar a receber mesada quer tivesse boas ou más notas e que nunca seria castigado por faltar ás aulas. Disse-lhe também que no dia em que ele rachasse a cabeça do António, o irmão mais novo, eu estaria era preocupado com as razões pelas quais ele atirou a pedra e não ligaria muito à cabeça rachada do António. Ele achou estranho, e eu, confesso, não lhe consegui explicar o sentido diste disparate.

Sobre o PSD não consegui dizer absolutamente nada. Não consegui lembrar-me de alguma coisa que defendessem. Falei-lhe vagamente da oposição ao TGV e apesar de um bom exercício recordatório não chegamos a mais nenhum exemplo.

Sobre o CDS expliquei-lhe que era o programa mais difícil de todos. Difícil porque era o único que o obrigava a estudar, a ir ás aulas, a obedecer à professora. O CDS obrigava-o a trabalhar. Era o único que defendia que se ele fizesse uma asneira, se rachasse a cabeça dos irmãos, seria posto de castigo. Era o único que lhe permitia receber um aumento de mesada no final do ano, se tivesse boas notas e que ninguém lhe confiscava ou taxava o telemóvel ou a playstation. Expliquei-lhe também que como eles são 3 irmãos, o Pai ganharia mais já que tinha de entregar menos $$ ao estado.

Curiosamente o Dinis preferiu a ultima opção mesmo sabendo que era aquela que lhe daria mais trabalho e terminou com uma frase deliciosa: se eu estudar e tiver boas notas acha que consigo comprar uma bicicleta nova?

adaptado do 31 da Armada

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

DIA 27 É DIA DE VOTAR CDS/PP


Mais do que a escolha de um programa, sempre alterado pelas circunstâncias, o voto é um sinal. Votar CDS nestas eleições é dizer que se acredita num discurso de liberdade individual, responsabilidade e de autoridade do Estado onde e quando necessário. Sem histerias que envergonhem ou embaracem a direita civilizada.
É esse o essencial da mensagem do CDS nestas eleições. Será simples, mas não é simplista e nem tudo tem de ser complexo.

golfe 1 lição

http://www.youtube.com/watch?v=aMtQjnsoD8c

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

ABRIR OS OLHOS

Estamos a 9 dias das eleições.
Como sempre acontece, esperei que também nestas eleições houvesse muitos casozinhos, muitas estórias, fabricados, ampliados ou distorcidos para desviar as atenções dos Portugueses.
Mas, confesso, isto já começa a parecer uma esterqueira. Muito pior que o pântano de Guterres.
O PS está empenhado em não discutir os problemas do País, seja o desemprego (mais de meio milhão de desempregados), seja a pobreza (mais de 2 milhões de portugueses pobres), o encerramento de empresas (no último ano fecharam 50 mil empresas), a dívida pública (passou de 58,3% do PIB, em 2004, para estimados 74,8%, em 2009), a dívida externa (passou de 64% do PIB, em 2004, para estimados 100,6%, em 2009), etc., etc.
Em vez de se avaliar estes 4 anos e meio de Governo socialista, os Portugueses estão a ser autenticamente bombardeados todos os dias com inventonas destinadas a tentar cercar a oposição democrática, em particular o PSD por este ser a única alternativa ao actual poder rosa.
O PS e as suas agências de comunicação estão a trabalhar bem. Mesmo muito bem. Alguns jornais fazem o frete.
A coisa chegou ao ponto de já nem o Presidente da República ser poupado à lama desta campanha suja, esta sim, uma verdadeira campanha negra que tenta atingir o Chefe do Estado, campanha feita por autênticos bandidos que não hesitam em destruir o próprio regime para servir os seus propósitos políticos, aliás, já com a conivência do blog oficial de apoio a José Sócrates. Sobre este caso das escutas, vale a pena ver as declarações de José Manuel Fernandes, o ainda director do jornal Público. E vale principalmente a pena ouvir o Presidente da República que, não querendo nem podendo comentar as (des)informações que foram facilitadas para vários jornais, sempre foi hoje dizendo que "Depois das eleições não deixarei de tentar obter mais informações sobre questões de segurança. O Presidente da República deve preocupar-se com questões de segurança". E Cavaco rematou lembrando que “não é ingénuo”.
Nós também não.
As notícias dos últimos dias revelam que está em curso uma verdadeira Chavização do País: depois do silenciamento da TVI, anuncia-se agora o mesmo no Público, sendo a comunicação social cada vez mais o veículo da propaganda socialista, desde a RTP ao DN e por aí fora.
Eu confio nos Portugueses. Apesar de todo o fogo de barragem com que o situacionismo socialista todos os dias lhes invade as casas, confio que os eleitores não vão esquecer as dezenas de serviços de saúde que fecharam nestes 4 anos, os mais de 100 mil desempregados que o Governo deixou surgir, o descontentamento que levou mais de 100 mil professores para as ruas, os negócios das grandes empresas de regime (socialista), etc.
Daqui a pouco mais de uma semana os Portugueses vão decidir se se libertam do jugo de Sócrates ou se estão de tal modo entorpecidos que já não percebem o que está verdadeiramente em causa.
É tempo de abrir os olhos.